top of page

Projeto Looking Glass: Explorando os enigmas da viagem no tempo


Imagem com representação gráfica em 3D de relógios analógicos em azul brilhante, contra um fundo negro.

No vasto reino das teorias da conspiração e da ufologia, o "Projeto Looking Glass" surge como uma narrativa repleta de mistério e intriga, envolvendo elementos de viagem no tempo, extraterrestres e tecnologia avançada. Alegadamente, esse projeto, oculto nas sombras do governo, desvenda segredos que desafiam nossa compreensão da realidade e da física. Vamos mergulhar mais profundamente nesse enigma, explorando as alegações e fontes exclusivas sobre este controverso projeto escondido das massas..


O Enigma de Dan Burisch e a Tecnologia Extraterrestre


O Dr. Dan Burisch, um microbiologista formado na Universidade de Las Vegas, alega ter sido recrutado por forças militares secretas dos Estados Unidos em 1986 para um projeto altamente sigiloso. Durante seu tempo nas operações secretas, ele afirma ter tido contato direto com informações sobre extraterrestres, tecnologia extraterrestre e máquinas d e viagem no tempo chamadas "Looking Glass".


Segundo Burisch, as máquinas do tempo "Looking Glass" operam com base na tecnologia de entrelaçamento quântico, um fenômeno quântico no qual partículas distantes estão interligadas de maneira misteriosa, criando assim a tal sobreposição quântica, o que possibilita a criação de inúmeras probabilidades diante de um acontecimento, o que levaria a existência de diversas linhas de tempo.


Alegadamente, esses dispositivos poderiam acessar informações do passado, presente e futuro de locais específicos, proporcionando uma visão das possibilidades futuras. A capacidade dessas máquinas de prever eventos futuros, como guerras e catástrofes, levanta questões profundas sobre o destino da humanidade.


Viagem no tempo: O Intrigante Mundo dos Stargates e Dimensões Paralelas



Imagem de um Stargate como o do filme em meio a floresta com uma cidade futurística aparecendo em seu centro.


Burisch alega que a tecnologia para construir os Stargates, dispositivos que possivelmente permitem viagens através do espaço-tempo, está codificada nas tabelas sumérias usadas para se comunicar com civilizações extraterrestres. Os Stargates, de acordo com suas solicitações, permitem o acesso a buracos de minhoca, permitindo viagens no tempo e para outras estrelas e dimensões paralelas. Ele descreve um Stargate localizado na famosa Área 51, que supostamente permite o teletransporte instantâneo de pessoas e objetos para diferentes locais no universo.


A narrativa sobre os Stargates evoca uma mistura de ficção científica e teorias da conspiração, uma vez que a viagem interdimensional e as dimensões paralelas são temas recorrentes na literatura de ficção e na cultura popular. Mas pelo jeito, como tudo que nos foi contado até aqui, essa provavelmente é mais uma revelação da qual não tivemos ainda a exposição e conhecimento.


Steven Greer e o Dispositivo Quântico de Visualização Temporal


Além das alegações de Dan Burisch, o ufólogo Steven Greer também aborda um dispositivo misterioso em sua narrativa. Segundo Greer, um conselheiro militar da Marinha dos EUA confidenciou a existência de um dispositivo desenvolvido nos anos 1970, capaz de extrair informações sobre eventos passados ​​em locais específicos, usando o princípio do "entrelaçamento quântico" para viagem no tempo.


Greer descreve esse dispositivo como uma ferramenta que permite aos usuários visualizar cenas de qualquer período histórico, ecoando o conceito de viagem no tempo e acesso ao "registro Akashico", onde supostamente estariam guardadas todas as informações sobre eventos passados, presentes e futuros.


A Complexa Fusão de Ciência, Ficção e Conspiração


As narrativas do Projeto Looking Glass evocam uma fusão complexa de ciência especulativa, ficção científica e teorias de conspiração. Embora as alegações sejam intrigantes, elas também carecem de evidências científicas robustas. A ideia de usar o entrelaçamento quântico para viagens no tempo e visualização temporal desafia nossa compreensão atual da física e da mecânica quântica.


O que não quer dizer que não seja possível., pois se estudarmos a fundo experimento como o da Dupla Fenda por exemplo, veremos que nele está presente a viagem no tempo do elétron que uma vez passado pela fenda como partícula, ao “perceber” que está sendo observado, retrocede no tempo, para passar novamente como partícula.


Entre a Imaginação e a Evidência


Por enquanto o Projeto Looking Glass permanece envolto em mistério e controvérsias. As alegações de máquinas do tempo, Stargates e visualização temporal alimentam nossa curiosidade inata sobre o desconhecido.


Enquanto esperamos por evidências científicas substanciais, o Projeto Looking Glass continua sendo um enigma que desafia nossa compreensão da realidade e do universo.


144 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page